Hyundai i20

postado em 20 de nov de 2009 20:00 por Veiculos Phenom   [ 20 de nov de 2009 20:42 atualizado‎(s)‎ ]

A Hyundai tem se notabilizado nos anos recentes por produzir carros muito bem equipados, com estilo europeu, bonitos, eficientes e, o melhor de tudo: com preços inferiores aos seus concorrentes de mercado. O Hyundai Azerra e i30 mostraram um sucesso em sua comercialização no Brasil, assim como o Tucson e os SUV maiores. Mas agora a marca coreana está se preparando para entrar um segmento disputadíssimo do mercado brasileiro: o de compactos, no qual habitam best-sellers do mercado brasileiro, como Polo, Peugeot 207, Punto, entre outros. O que a Hyundai tem a oferecer nesse segmento é um compacto muito competente, com um estilo muito interessante, com linhas belas e um interior bem equipado: o i20.

Na Europa o i20 substitutui o Getz, entretanto o i20 é maios, mais largo que o Getz, o que lhe empresta um ar menos utilitário e mais elegante. A distância entre eixos também foi ampliada, e os benefícios dessa medida se observa tanto dentro quanto fora do carro.


A frente do i20 apresenta todas as características estilísticas da nova família dos carros da Hyundai. A grade frontal fica em uma posição elevada, emoldurada por um acabamento cromado e com o logotipo da empresa. Mais embaixo há uma outra grade trapezoidal que forma uma espécie de suporte para a grade superior. O resultado final é muito interessante.  Em ambos os lados, as luzes de neblina são posicionadas em inserções do para-choque que acompanham o estilo dos faróis posicionados acima. As caixas de rodas tem um desenho suave, o que acaba evidenciado a forte linha que corta a lateral do carro da frente até a traseira, onde curva-se para baixo antes de se fundir com o robusto para-choque traseiro.

A base envolvente do conjunto de iluminação traseira marca uma mudança no plano de inclinação da traseira hatch-back, recortando o para-choque, e com uma inclinação que adiciona uma aparência moderna e confere um visual mais largo e substancial.


Na Europa, onde foi projetado, o i30 é oferecido com motores 1.2L e 1.4L, e com diversos níveis de acabamento. Na versão mais simples ele vem com rodas de aço de 15 polegadas, ar-condicionado, regulagem de altura do banco do motorista, coluna de direção reguláveis, vidros dianteiros elétricos e um rádio com leitor de CD compatível com o formato MP3, entrada auxiliar e com saída para quatro alto-falantes.

Mesmo na versão de entrada, há nada menos que seis air-bags e ESP de série. A versão intermediária é a "Confort"que já oferece rodas de liga-leve, acabamento dos assentos em preto com inserções em vermelho ou azul, vidros traseiros elétricos e computador de bordo. O sistema de som ganha dois alto-falantes extras e controles no volante. No console central existem portas para conexão USB e de iPod.

A versão "Estilo" vem com rodas de 16 polegadas, console central com acabamento em um material com efeito de liga de alumínio, controles de climatização digitais, luzes de neblina, e bancos e revestimentos laterais em couro.


O Hyundai i20 é um carro confortável. Os assentos dão um ótimo suporte sem serem excessivamente firme. A iluminação do painel é em um tom azul brilhante, mas que não é excessivo. Evidentemente que nessa categoria de carro não se esperaria um nível de acabamento que se exige em modelos mais caros e sofisticados, porém o encaixe das peças do i20 é muito bem feito e a qualidade da montagem é acima da média.

O console central é amplo e inclui longas aberturas trapezoidais para as saídas de ar. O sistema de som está bem localizado. Na versão "Confort" o revestimento e inteiro da mesma cor e mais discreto que o efeito em alumínio anodizado que está presente na versão "Estilo". A parte superior do painel é simples, exceto pelo recorte sensual que abriga um visor que emite diversas informações sobre o carro. O volante contém inserções em alumínio escovado e tem um desenho moderno e o painel de instrumentos é do tipo inteligente, e dispõe de molduras laterais com face negra


Embora a distância entre-eixos ser generosa, aumentando o espaço na cabine, o espaço para as pernas no banco traseiro é apenas "adequado" para um adulto, e mais do que suficiente para crianças. Os bancos traseiros tem uma divisão em 60:40, entretanto, para que sejam completamente rebativos, os apoios de cabeça precisam ser removidos. O porta-malas tem uma capacidade de 295 litros, o que é um volume adequado e permite carregar até malas grandes.


Caso de opte pelo motor 1.2L o caixa de transmissão será necessariamente a manual de cinco velocidades. No caso do motor 1.4L é possível escolher o câmbio automático.  A performance dos motores do 1.2L e 1.4L é boa:  o 1.2L chega a quase 170Km/h, sendo que o 1.4L é capaz de levar o i20 até 190Km/h. E faz de 0-100Km/h em 12,9 segundos.

O motor do i20 quando exigido emite um som que dá uma impressão de esportividade, que na realidade não é entregue. Em manobras de ultrapassagem em estradas é necessário reduzir para quarta marcha se o intuito for completar a manobra com rapidez. A quinta é indicada apenas para um situação mais calma.

O i20 é um carro que parece leve, mas a direção é bastante sensível e bem ajustada, o que dá a impressão de ser um carro mais caro.  Ele também se dá muito bem em vias rápidas, onde o i20 mostra-se ágil e fácil de conduzir, e em hipótese alguma lembrando o motorista que há um pequeno motor de 1.2L sob o capô.


Assim como na Europa, o i20 disporá no Brasil de garantia de 5 anos com quilometragem ilimitada e de 10 anos contra a corrosão. Em termos de desvalorização, espera-se que após três anos de uso o i20 tenha um valor que corresponde a 53% de seu valor 0km, um indicador que está alinhado com os demais carros do segmento.

O i20 é um carro que deve ser apresentado em um preço convidativo, e o seu foco são pessoas que querem um bom carro, fácil e previsível na direção, mas que pode fornecer boas doses de diversão quando exigido.

Comments