Mercado de veículos usados no Brasil e EUA

postado em 4 de nov de 2009 18:54 por veiculos phenom   [ 18 de nov de 2009 17:49 atualizado‎(s)‎ ]

Veículos novos - EUA

No gráfico a seguir, temos o acumulado de vendas mensais de veículos novos nos Estados Unidos no ano de 2009, com dados atualizados até setembro de 2009. Observamos que o mercado americano, até setembro de 2009 comercializou um total de 7,9 milhões de veículos novos (0KM).

Veículos usados - EUA

No caso do mercado de veículos usados, observamos, através do gráfico abaixo, que o mercado americano comercializou, até setembro de 2009, um total de 28 milhões de veículos usados.

Esses números nos permitem deduzir que para cada veículo novo (0KM) vendido nos EUA, em média, são vendidos 3,54 veículos usados.

Brasil

Agora vamos analisar o mercado brasileiro. Segundo dados da FENABRAVE, de janeiro a setembro de 2009, foram comercializados, no Brasil, algo como 2,8 milhões de automóveis e comerciais leves (0KM). 

No mesmo período, foram comercializados pouco mais de 5 milhões de automóveis e comerciais leves usados, o que dá uma média de 1,78 veículos usados comercializados para cada veículo zero emplacado.

Potencial de expansão

Isso nos mostra que nos Estados Unidos, para cada carro 0km, são vendidos 3.54 veículos usados. No Brasil, para cada 0KM, são vendidos apenas 1,78 usados. Isso nos permite inferir que o mercado de veículos usados brasileiro ainda é relativamente pequeno quando comparado ao mercado de veículos novos, e, portanto, tem um imenso potencial  de crescimento, com possibilidade até de dobrar de tamanho.

Caso o mercado brasileiro de veículos usados e semi-novos apresentasse a mesma proporção  de 3.54 verificado no mercado norte-americano, ao invés de comercializarmos pouco mais de 5 milhões de veículos usados no período, teriam sido negociados mais de 10 milhões de veículos usados entre janeiro e setembro de 2009.

Visite nosso portal de reportagens sobre automóveis: www.phenomveiculos.com.br/noticias

Sérgio Mendes sergio@phenomveiculos.com.br

Comments